Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI recomenda nova reforma labora e reforço do capital dos bancos em Espanha

Lusa

  • 333

Madrid, 19 jun (Lusa) -- O FMI recomendou a Espanha uma nova reforma laboral e um reforço do capital dos bancos através do reequilíbrio da carteira de créditos, considerando que um ajuste rápido afetará o crescimento do país.

Destacando o "importante progresso" nas reformas levadas a cabo, apesar das "fortes condições adversas", o FMI defendeu, numa análise da economia espanhola hoje publicada, "ações urgentes para gerar crescimento e emprego" e considerou que é preciso ir além de algumas das medidas já adotadas.

Uma das áreas nas quais o Fundo Monetário Internacional (FMI) considera que as medidas tomadas são insuficientes é a reforma laboral, na qual a entidade acha que deve haver mais reduções nas indemnizações por despedimento, simplificações na negociação coletiva, reduções imediatas na taxa social única e uma "significativa moderação salarial".