Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI quer fim dos subsídios ao consumo de energia

Lusa

  • 333

Washington, 27 mar (Lusa) -- O Fundo Monetário Internacional (FMI) apelou hoje aos governos para que reduzam os subsídios ao consumo de energia, argumentando que deterioram os saldos orçamentais e servem mais aos possidentes do que aos pobres.

Num relatório, o FMI defende que os subsídios, designadamente ao petróleo e eletricidade, são justificados com a ajuda aos consumidores, mas acabam por lhes pesar quando os governos se esforçam para suportar o seu custo.

Para mais, adianta-se no documento, os subsídios desencorajam o investimento na eficiência energética na indústria e exacerbam a poluição e o aquecimento global.