Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI prevê um crescimento económico da Guiné-Bissau de 3,5 por cento

Lusa

  • 333

Bissau, 09 mai (Lusa) - O FMI prevê um crescimento económico da Guiné-Bissau em 2013 de 3,5 por cento mas alerta para o baixo nível de receitas e pede que seja rapidamente aprovado o orçamento do Estado deste ano.

Em conferência de imprensa em Bissau, o chefe de uma missão do FMI que esteve no país de 29 de abril a hoje, Mauricio Villafuerte, disse que o Fundo Monetário Internacional prevê uma recuperação da economia este ano, depois "de uma situação muito difícil em 2012, marcada por uma queda abrupta nos volumes e preços de exportação de caju", o principal produto do país, bem como "uma queda no apoio dos parceiros de desenvolvimento".

Para este ano, a recuperação nas exportações de caju e a continuação do apoio orçamental por parte de parceiros regionais deverão contribuir para o crescimento do Produto Interno Bruto, disse Mauricio Villafuerte.