Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI diz que modelo económico da Venezuela é insustentável

Lusa

  • 333

Caracas, 11 out (Lusa) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) advertiu hoje para a necessidade de a Venezuela fazer algumas correções a crescentes "desequilíbrios", que fazem com que a atual situação económica "não seja sustentável".

A advertência foi feita por Alejandro Werner, diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do FMI, sublinhando que aquele organismo "partilha a visão generalizada entre os observadores internacionais de que a situação é cada dia mais complicada".

"Vemos que os desequilíbrios macroeconómicos na Venezuela são cada vez maiores, a inflação subiu muito, as diferenças entre o tipo de câmbio (cotação oficial e paralela do dólar) são muito altas e os indicadores de escassez são muito relevantes e agudizaram-se", descreveu.