Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI distancia-se de comentários de ex-líder da missão para Irlanda que defende menos austeridade

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 jul (Lusa) -- O Fundo Monetário Internacional (FMI) distanciou-se hoje dos comentários do ex-líder da missão do fundo para a Irlanda, que defendia uma redução da austeridade do programa imposto pela 'troika'.

O anterior líder da missão, Ashoka Mody, afirmou em declarações a uma televisão irlandesa que a austeridade é uma orientação política destinada ao fracasso porque não estimula o crescimento económico e a falta de resultados na redução dos níveis de dívida pública.

Ashoka Mody defende também que a Irlanda devia pensar em reduzir o nível de austeridade.