Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI defende redução de salários em Espanha para travar despedimentos

Lusa

  • 333

Madrid, 19 jun (Lusa) -- Responsáveis do FMI defenderam hoje um consenso entre patrões e empregados para moderar salários em Espanha, de forma a evitar o "grave problema" do desemprego que continua a aumentar.

"Pensamos que poderá haver um melhor balanço entre mais moderação de salários e menos ajuste na perda de emprego", disse James Daniel, responsável da missão do FMI em Espanha

Em conferência de imprensa para apresentação do relatório da instituição sobre a economia espanhola, Daniel sublinhou que "os salários estão praticamente iguais ao que estavam em 2007, e em termos nominais até subiram".