Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fim da zona euro seria "dramático" para a unidade dos países - Soromenho Marques

Lusa

  • 333

Funchal, 09 nov (Lusa) - O professor universitário Viriato Soromenho Marques defendeu hoje ser necessário evitar o fim da zona euro, porque tal "seria dramático para a unidade dos países", salientando que a fragmentação da Europa "não seria o retorno ao estado-nação".

"Suponho que o fim da zona euro seria dramático para a unidade de países como a Espanha, Itália e Grã-Bretanha e é justamente isso que temos de evitar", disse o filósofo no Funchal à margem da conferência internacional que decorre hoje e sábado na capital madeirense subordinada ao tema "Merecer o futuro - e agora Portugal", organizada pelo município funchalense.

"Uma fragmentação da Europa não seria o retorno ao estado-nação que tínhamos em 45, seria infelizmente um processo que para além do empobrecimento económico e social das populações, levaria a um processo de fragmentação política dentro dos estados-nação", considerou Soromenho Marques, destacando a situação das diferentes regiões europeias.