Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Filhas de Mandela querem afastar gestores de fundos ligados ao ex-Presidente sul-africano

Lusa

  • 333

Joanesburgo, 10 abr (Lusa) -- Duas das filhas de Nelson Mandela apresentaram uma ação em tribunal para afastar três gestores de dois fundos de investimento do ex-Presidente sul-africano, noticia o diário "The Star".

De acordo com o mesmo jornal sul-africano, Makaziwe e Zenani, filhas dos dois primeiros casamentos de Mandela, acusam o ministro da Habitação, Tokyo Sexwale, e dois advogados, Bally Chuene e George Bizos, de se terem auto-imposto como diretores dos fundos Harmonieux Investment Holdings e Magnifique Investment Holdings, estimados em 1,3 milhões de euros, no total.

Os dois fundos de investimento foram criados para gerir os lucros da venda da imagem das impressões digitais de Nelson Mandela, transformada em ícone nacional e internacional e utilizada em inúmeros objetos comercializados na África do Sul.