Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Figo considera que respeito internacional "é quase um troféu" para a seleção

Lusa

  • 333

Lisboa, 27 dez (Lusa) -- O antigo futebolista Luís Figo considera que o respeito alcançado por Portugal a nível internacional foi o ponto alto da sua carreira na seleção e classifica a prestação lusa no Mundial da Coreia2002 como "um desastre".

"O ponto mais alto na seleção foi tudo o que conquistamos em termos de prestígio e de respeito", afirma Luís Figo numa entrevista divulgada no sítio da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para com a nossa seleção.

Luís Figo, que continua a ser o recordista de internacionalizações, com 123, lembra que Portugal passou a ser assíduo em grandes competições desde 2000 e admitiu que o prestigio conseguido é quase um troféu.