Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FIFA pretende aplicar sanções mais graves contra racismo e discriminação

Lusa

  • 333

Zurique, Suíça, 06 mai (Lusa) - A FIFA decidiu aplicar castigos mais severos contra casos de racismo e discriminação no futebol, anunciou hoje o organismo máximo da modalidade.

As sanções que podem vir a ser aplicadas, de acordo com a gravidade dos atos, podem ir de um aviso a uma multa, podendo os visados ter de disputar jogos à porta fechada e ser expulsos ou descer nas competições.

O grupo de trabalho contra o racismo e discriminação, presidido pelo vice-presidente da FIFA, Jeffrey Webb, anunciou várias propostas para combater os atos, em projetos de resolução a serem apresentados no Congresso do organismo no final de maio, nas Maurícias.