Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Festival Cómico da Maia tem 29 espetáculos para "esconjurar a crise"

Lusa

  • 333

Porto, 19 set (Lusa) -- A XVIII edição do Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia (FITCM) começa na sexta-feira e apresenta mais de 23 companhias de todo o mundo sob o lema "o riso é quem mais ordena".

O FITCM vai abrir pelas 21:30, com um espetáculo de rua de uma presença habitual no festival, Leo Bassi, intitulado "P.I.G.S.". A sigla que une em inglês os países da crise -- Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha -- serve para o artista "devolver a ironia aos que nos mergulharam na crise, mostrando esta nova vitalidade que nasce debaixo das cinzas do consumismo massificado".

A mesma opinião tem o diretor do Art' Imagem, José leitão, que, com a Câmara da Maia, organiza o festival: "De um festival cómico nesta altura pode esperar-se pelo menos um espaço em que as pessoas podem esconjurar a crise, rindo-se de si próprias, dos seus desgovernantes, do estado do mundo".