Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ferry Atlântida custa 530 mil euros em juros trimestrais aos Estaleiros de Viana

Lusa

  • 333

Viana do Castelo, 20 jun (Lusa) - Os Estaleiros de Viana estão a pagar, trimestralmente, 530 mil euros em juros do empréstimo contraído para devolver as verbas recebidas pela construção do 'ferryboat' Atlântida, recusado pelos Açores, disse hoje à Lusa fonte da administração da empresa.

Aquele navio foi encomendado aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) pela Atlânticoline, dos Açores, ambas as empresas de capitais exclusivamente públicos, mas a responsável pelo transporte marítimo naquele arquipélago rescindiu em 2009 o contrato com o construtor naval, alegando uma diferença na velocidade máxima do 'ferryboat'.

No final do mesmo ano, ENVC e Atlânticoline chegaram a um acordo prevendo que os estaleiros pagariam 40 milhões de euros e ficavam com o Atlântida e com o Anticiclone - o segundo 'ferryboat' encomendado pelos Açores e cuja construção ainda estava numa fase inicial quando o contrato foi igualmente cancelado.