Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fernando Ruas "faltou à verdade" - Mário Almeida

Lusa

  • 333

Vila do Conde, 03 out (Lusa) -- O presidente da mesa do congresso da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Mário Almeida, acusou hoje o presidente daquele organismo, Fernando Ruas, de ter faltado à verdade e ter permitido "ofensas e impropérios" no último congresso.

O congresso extraordinário da ANMP, que decorreu no sábado, em Santarém, ficou marcado por um ambiente de tensão entre autarcas de diferentes partidos e manifestações de repúdio pela forma como o presidente da mesa, Mário Almeida (PS), geriu os trabalhos, tendo hoje o presidente da associação, Fernando Ruas, admitido à agência Lusa que a instituição saiu fragilizada do último congresso, depois de divisões e insultos.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o socialista Mário Almeida repudiou a "série de declarações" de Fernando Ruas sobre o congresso, afirmando que o presidente da ANMP "faltou à verdade" logo na noite do congresso ao dizer "à comunicação social que não falou no final do plenário pelo facto do presidente do congresso ter sido mais soberano que nunca".