Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fernando Ruas admite que ANMP saiu "fragilizada" do congresso, mas espera que problemas sejam sanados

Lusa

  • 333

Viseu, 03 out (Lusa) -- O presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Fernando Ruas (PSD), admitiu hoje que a instituição saiu fragilizada do último congresso, depois de divisões e insultos entre autarcas, espera que o conselho diretivo de quinta-feira resolva os problemas.

O congresso extraordinário da ANMP, que decorreu no sábado, em Santarém, ficou marcado por um ambiente de tensão entre autarcas de diferentes partidos e manifestações de repúdio pela forma como o presidente da mesa, Mário de Almeida (PS), geriu os trabalhos.

"É como quando um carro tem um choque: pode ser reparado, mas fica lá sempre com a mazela. E esta mazela do congresso há-de ter alguma repercussão", considerou Fernando Ruas, em declarações à agência Lusa.