Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fernando Nobre diz que é preciso "reorganizar" para manter o Estado social

Lusa

  • 333

Almada, 20 nov (Lusa) - O presidente da Assistência Médica Internacional (AMI), Fernando Nobre, afirmou hoje em Almada que é necessário "reorganizar o Estado para que seja possível manter uma intervenção para todos aqueles que necessitam".

"Está fora de questão deixar sem apoio, sem resposta, qualquer cidadão português ou estrangeiro, residente em Portugal, que precise de apoio social, educação ou saúde", defendeu Fernando Nobre, acrescentando que "um Estado falido não pode ser um Estado social".

"Para ser um Estado social é preciso ser um Estado organizado, reduzir o número de deputados de forma significativa, reduzir as juntas de freguesia e reduzir alguns concelhos, porque temos concelhos com 7.000 habitantes", acrescentou.