Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Feriados: Processo foi "muito mal organizado", "uma trapalhada completa" - historiador Reis Torgal

Lusa

  • 333

Coimbra, 01 out (Lusa) -- O historiador Luís Reis Torgal considerou hoje, em Coimbra, que o processo que levou à abolição de quatro feriados foi "muito mal organizado", classificando-o mesmo como "uma trapalhada completa e ilegítima".

Com Luís Oliveira Andrade, já falecido, Reis Torgal é autor da obra "Feriados Em Portugal. Tempos de Memória e de Sociabilidade", que é lançada terça-feira na Casa Municipal da Cultura de Coimbra.

"Todo este processo foi muito mal organizado. A abolição dos feriados aparece na revisão do Código do Trabalho, mas não se discutiu a questão em termos históricos, memoriais. A ideia é esta 'É preciso produzir mais, portanto mata-se quatro feriados, dois civis e dois religiosos'", afirmou o catedrático aposentado da Universidade de Coimbra (UC).