Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ferguson considera "absurdo" que Benítez o acuse de se ter negado a cumprimentá-lo

Lusa

  • 333

Manchester, Reino Unido, 15 mar (Lusa) -- O treinador do Manchester United considerou hoje "um absurdo" a acusação de Rafael Benítez (Chelsea), que se queixou que Alex Ferguson se recusou a cumprimentá-lo antes do jogo dos quartos-de-final da Taça de Inglaterra de futebol, no domingo.

"Não sei porque disse isso, é um absurdo. Se me queria dar a mão podia ter-se posto à minha frente", disse Ferguson, em conferência de imprensa, explicando que não reparou no treinador espanhol no início da partida, pois estava a dar autógrafos e a cumprimentar um rapaz indiano que lhe dá a mão antes dos jogos, porque diz que dá sorte ao escocês.

Este não é o primeiro desentendimento entre Ferguson e Benítez. Em 2007, quando o espanhol orientava o Liverpool, Alex Ferguson acusou-o de ser "desrespeitoso" e "arrogante", por considerar o Everton um "clube pequeno".