Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fenprof espera hoje 30 mil professores nas ruas contra "atentados quotidianos" à educação

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 jan (Lusa) -- A Fenprof espera hoje cerca de 30 mil professores nas ruas de Lisboa a contestar os "atentados quotidianos" do Governo à política de educação, na manifestação marcada para as 15:00, com início no Marquês de Pombal.

"A manifestação dos professores que vai ter lugar neste sábado é um grande protesto em defesa da escola pública, da profissão de professor e da qualidade do ensino", resumiu Mário Nogueira, em declarações à Lusa, acrescentando que estes são os três pontos que são alvo dos "atentados" do Governo à política de educação.

O sindicalista apontou a precariedade e os mais recentes relatórios do FMI, que apontam para "cortes na ordem dos mil milhões de euros no setor da educação", como motivos para a indignação docente.