Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Feirantes pedem alterações à lei da faturação

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 fev (Lusa) - Feirantes do Norte pediram hoje uma alteração do regime de faturação para os comerciantes de feiras e mercados e alegaram ser "impraticável" emitir fatura para cada produto vendido, alertando que alguns já abandonaram a atividade.

Dirigentes da Associação de Feiras e Mercados da Região Norte foram ouvidos hoje no Parlamento pelos deputados da comissão de Ciência, Educação e Cultura, a quem pediram "apoio para tentar fazer chegar aos ministérios da Economia e das Finanças uma alteração à lei da faturação", que obriga à emissão de fatura, para comerciantes com faturação superior a 10 mil euros anuais, ou se o cliente o solicitar, no caso dos comerciantes com faturações inferiores àquele valor.

"É quase impraticável, para o feirante, responder àquilo que é exigido na lei", disse o presidente da associação, Fernando Sá.