Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Federação e seleção de canoagem imunes a "caprichos e ameaças" de Pimenta

Lusa

  • 333

Porto, 18 jun (Lusa) -- O presidente da Federação Portuguesa de Canoagem garantiu hoje que as opções da seleção são imunes a "caprichos e ameaças dos atletas", pelo que Fernando Pimenta tem como "única opção" acatar as decisões do selecionador.

"A federação não é dirigida nem toma opções de acordo com ameaças ou caprichos de atletas na seleção. É o selecionador quem define quais as tripulações, não são os atletas que decidem as provas que fazem. Infelizmente, o Pimenta tem uma agenda muitas vezes incompatível com os interesses da federação e do país no que diz respeito ao alto rendimento", criticou, em declarações à Lusa.

Também à Lusa, o vice-campeão olímpico reiterou a decisão de abdicar dos mundiais de Duisburgo, no fim de agosto, caso não compita no desejado K1 1.000 (opção será tomada próximo da competição): "Tinha de ser uma decisão tomada não apenas por mim. Já falei com a minha família, treinador e amigos. Tenho valor em K1 e devo ter essa oportunidade".