Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Federação de Vela vai recorrer da decisão judicial que suspendeu ato eleitoral

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 jan (Lusa) -- A Federação Portuguesa de Vela vai recorrer da decisão do Tribunal Cível de Lisboa, que ordenou a suspensão das deliberações tomadas na última Assembleia-Geral eleitoral, após uma providência cautelar movida por três associações.

O presidente da Federação Portuguesa de Vela, José Manuel Leandro, garantiu que avançará com um recurso da decisão da 12.ª Vara Cível de Lisboa, embora o gabinete jurídico do organismo ainda esteja a ponderar os termos do documento.

"Não há irregularidade nenhuma. Estou de consciência absolutamente tranquila", acentuou o presidente da Federação de Vela, que classificou a providência cautelar como "mais um esquema" para o "obrigar a entregar as chaves e ir embora da federação".