Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fectrans critica serviços mínimos na greve de 4-ª feira da Refer, mas prevê forte adesão

Lusa

  • 333

Redação, 05 nov (Lusa) - A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) admite que os serviços mínimos decretados minimizem o impacto da greve de quarta-feira na Rede Ferroviária Nacional (Refer), mas, tal como a CP, antecipa "fortes perturbações" na circulação de comboios.

"Temos expectativa de que uma boa parte da circulação ferroviária esteja afetada, embora saibamos que a empresa e o Governo estão a jogar com o acórdão de serviços mínimos que poderá ter algum efeito no retirar deste grande impacto. Mas creio que será muito difícil fazerem quer o que está previsto, quer algo mais do que aquilo que está previsto como serviços mínimos", afirmou José Manuel Oliveira, da Fectrans, em declarações à agência Lusa.

Para o dirigente sindical, os serviços mínimos determinados pelo Tribunal Arbitral nomeado pelo Conselho Económico e Social são, aliás, "extremamente exagerados" e "sem qualquer fundamentação legal".