Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fecho da urgência de Santo Tirso "seria um erro gravíssimo" -- Manuel Pizarro

Lusa

  • 333

Santo Tirso, 11 dez (Lusa) - O deputado do PS Manuel Pizarro afirmou hoje que "seria um gravíssimo erro" encerrar a Urgência do Hospital de Santo Tirso, alertando que a medida prejudicaria a qualidade do serviço prestado aos doentes e provocaria gastos acrescidos.

"Seria um gravíssimo erro, é uma hipótese que eu nem quero colocar", referiu Pizarro, garantindo que se o Governo avançar com a decisão terá uma "oposição total do PS e seguramente também da população e da Câmara".

Falando no final de uma visita àquele hospital, Pizarro, médico que já ali trabalhou durante anos, sublinhou que aquela urgência serve uma população de mais de 100 mil pessoas, dos concelhos de Santo Tirso e Trofa, e que por ano atende 30 mil.