Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FEBASE só continuará na mesa das negociações se BCP garantir que não há despedimentos

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 nov (Lusa) -- O secretário-geral da Federação Nacional do Setor Bancário (FEBASE) avisou hoje que para "continuar sentado à mesa" das negociações com o BCP para discutir ajustamentos salariais temporários, a instituição terá que garantir que não recorrerá a despedimentos.

"Estamos neste momento num impasse porque um dos pressupostos para haver negociação é que o BCP tem que deixar de falar de despedimentos. Ou garante que com as negociações não há despedimentos ou não vale a pena continuarmos a falar", avisou em declarações à Lusa Mário Mourão.

"Fizemos as nossas propostas, mas para continuarmos sentados à mesa é preciso [o BCP] garantir que não vai haver despedimentos, se não for assim será muito difícil os sindicatos chegarem a acordo com o BCP", reiterou o secretário-geral que junta os sindicatos bancários do Norte, Centro, Sul e Ilhas.