Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Faturas "matam" uma velha mercearia de Braga e "ferem gravemente" outra

Lusa

  • 333

Braga, 04 jan (Lusa) - Uma das mais antigas mercearias da cidade de Braga, implantada há 90 anos nas proximidades dos Paços do Concelho, "caiu" com a obrigatoriedade de passar faturas em todas as operações de venda.

A poucos metros de distância, uma outra mercearia, já centenária, ainda resiste, mas o proprietário, Francisco Azevedo, admite que se o obrigarem a comprar uma máquina nova para as faturas "será o fim".

"Se tinha algumas dúvidas sobre se haveria de fechar ou não, elas acabaram quando se começou a falar de que ia ser obrigatório passar fatura. Tem algum jeito vir aqui alguém comprar 'cinco réis de nada' e ter de lhe passar fatura?", insurgiu-se, à Lusa, José Braga, 80 anos de idade, 60 dos quais passados à frente da mercearia Marinho e Braga.