Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fátima: Os "indiferentes" são "o grande perigo" da atualidade -- Bispo de Beja

Lusa

  • 333

Fátima, 12 ago (Lusa) - O bispo de Beja defendeu hoje que "o grande perigo" da atualidade "não são apenas os fanáticos religiosos, mas também os indiferentes, sem razões profundas do sentido das suas vidas, vazias de sentido, de amor e respeito ao próximo".

Para o vogal da Comissão Episcopal da Pastoral Social e da Mobilidade Humana, António Vitalino, "os que se tomam a si mesmos como referência última de tudo são perigosos".

Falando para milhares de peregrinos reunidos em Fátima - muitos dos quais emigrantes -, na homilia da primeira eucaristia da peregrinação de 12 e 13 de agosto, o bispo de Beja alertou para a necessidade de "liberdade" para a movimentação das pessoas, apelando ao respeito pelas crenças religiosas de todos, mas exortando fortemente os cristãos a darem testemunho da sua fé.