Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Farmacêuticos "têm habilitações" para uma maior intervenção social - Bastonário

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 nov (Lusa) - O bastonário da Ordem dos Farmacêuticos, Carlos Maurício Barbosa, defendeu hoje à Lusa uma maior participação destes profissionais na sociedade, nomeadamente nas doenças crónicas e nos cuidados primários, pois "têm habilitações e formação".

"Os farmacêuticos podem ter uma maior participação, pois têm competências e formação que lhes permite ter uma intervenção na sociedade junto dos doentes crónicos, na área dos cuidados primários, podendo haver ganhos em saúde para os portugueses quer do ponto de vista clínico e humano, mas também de racionalização económica", afirmou o bastonário.

O responsável fez estas declarações à Lusa á margem do Congresso Nacional de Farmacêuticos que decorre desde sexta-feira em Lisboa, e encerra hoje.