Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Família: Pedopsicólogo diz que a crise é "justificação batoteira" para que nada mude nas prioridades políticas

Lusa

  • 333

Lagoa, 26 jun (Lusa) - O pedopsicólogo Eduardo Sá lamentou que as crianças e as famílias nunca tenham sido uma prioridade da política em Portugal, considerando que a crise é uma "justificação batoteira" para que nada mude a este nível.

"Creio que usamos a crise de forma demagógica. A carência económica não é desculpa para evitarmos definir políticas de fundo", afirmou Eduardo Sá em declarações aos jornalistas na Lagoa, Açores, à margem da palestra que proferiu segunda-feira à noite sobre a relação entre pais e filhos.

Para este especialista, a crise é "uma justificação batoteira para quem não quer, não consegue ou acha supérfluo" fazer escolhas de fundo em relação às políticas da criança e da família, alertando que "a transformação de um país começa por aí".