Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Família pede 200 mil euros de indemnização por morte de doente no hospital de Mirandela

Lusa

  • 333

Mirandela, 21 jan (Lusa) -- A família de uma mulher que morreu depois de uma operação à tiroide, em Mirandela, há seis anos, reclama uma indemnização de 200 mil euros ao hospital e ao médico, que começou hoje a ser julgado no tribunal local.

A doente, de 40 anos, morreu durante o recobro, a 07 de dezembro de 2006, no hospital de Mirandela, com complicações pós operatórias, que se desenvolveram enquanto o médico anestesista, responsável peça vigilância, se ausentou para ir almoçar.

O profissional, José Alberto de Carvalho, alegou hoje em tribunal que "a doente estava bem" quando a deixou e afirmou que "atuação do colega foi errada", referindo-se ao médico de clínica geral que tentou socorrer a doente quando entrou em paragem cardiorrespiratória devido à acumulação de sangre na ferida da operação.