Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Família de desertores regressou à Coreia do Norte depois de quatro anos no Sul

Lusa

  • 333

Seul, 09 nov (Lusa) -- Uma família de desertores norte-coreanos, que vivia há quatro anos na Coreia do Sul, regressou ao seu país de origem por alegadamente se sentir desiludida no Sul, informou a agência oficial de Pyongyang KCNA.

Kim Kwang Hyok, a mulher Ko Jong Nam e o filho de dois anos, Kim Se-han, regressaram à Coreia do Norte em setembro, através da China, depois de terem desertado para o Sul alegadamente por dinheiro e por terem sido seduzidos por membros dos serviços de informações sul-coreanos, segundo a KCNA.

Numa entrevista divulgada pela agência norte-coreana, a mulher explicou que um dos motivos do seu regresso foi o facto de ter constatado que a sociedade sul-coreana é "enganosa e corrupta", enquanto o marido disse que os desertores não encontram apoio no Sul, onde são tratados com "desprezo".