Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Famalicão: Comissão de Trabalhadores da Fitor diz que despedimento coletivo é "ilícito"

Lusa

  • 333

Famalicão, 07 set (Lusa) -- A Comissão de Trabalhadores da fábrica têxtil Fitor, em Famalicão, disse hoje que vai contestar o anunciado despedimento coletivo de 51 operários, por o considerar "ilícito", disse hoje o coordenador daquela estrutura.

Em declarações à agência Lusa, Ernesto Freitas acusou a administração de "começar a casa pelo telhado", avançando com o anúncio do despedimento sem previamente reunir com os trabalhadores.

"Só passados sete ou oito dias sobre o anúncio do despedimento é que reuniram connosco. Ora, a lei diz que a Comissão de Trabalhadores tem de ser ouvida previamente", denunciou.