Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Faltam camas, médicos e enfermeiros na Rede de Cuidados Continuados - Regulador

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 mar (Lusa) -- A Entidade Reguladora da Saúde concluiu que há falta de médicos e enfermeiros em algumas unidades de internamento da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados e que o racio de camas por habitante na maioria das regiões é negativo.

As conclusões constam do relatório da ERS de "Avaliação do Acesso dos Utentes aos Cuidados Continuados de Saúde", a que a Lusa teve acesso.

O relatório, elaborado em fevereiro, dá conta da falta de camas por habitantes na quase totalidade das regiões de saúde nacionais, referindo que "95% das unidades geográficas utilizadas para análise apresenta um rácio inferior à meta".