Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Falta de desejo sexual nas mulheres pode aumentar com a crise - Especialista

Lusa

  • 333

Porto, 08 nov (Lusa) -- A falta de desejo sexual e a inexistência de orgasmo são os dois principais tipos de disfunção sexual nas mulheres e que podem amplificar-se na atual crise económica, levando a mais divórcios, avisou hoje um especialista.

"Nenhuma mulher vai morrer, a não ser que se suicide, por ter problemas de disfunção sexual. Mas pode levar ao divórcio, pode levar a conflitos conjugais, conflitos consigo própria", considerou o diretor do Serviço de Urologia do Hospital da Lapa (Porto), Mário Reis, em entrevista telefónica à Lusa, reconhecendo que a crise pode aumentar a depressão e a ansiedade, que são fatores de inibição de desejo sexual.

O médico crê que a crise levará a um aumento da disfunção sexual nas mulheres, em Portugal.