Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Face Oculta: Escutas a Sócrates ainda não foram destruídas -- Tribunal

Lusa

  • 333

Aveiro, 06 set (Lusa) - O tribunal de Aveiro ainda não destruiu as escutas telefónicas feitas no âmbito do processo 'Face Oculta' envolvendo o ex-primeiro-ministro José Sócrates e que escaparam à ordem de destruição do presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

A informação foi hoje avançada pelo juiz presidente Raul Cordeiro, no final da 84.ª sessão do julgamento que está a decorrer no tribunal de Aveiro, em resposta a um requerimento apresentado pela defesa do arguido Paulo Penedos.

"Bastará uma consulta nos autos para concluir que ainda não foi executada a destruição dos referidos produtos, na medida em que pela mera consulta se constatará que inexiste qualquer despacho relativo a tal destruição", afirmou o magistrado.