Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Extensão do prazo dos empréstimos adia pagamento de 19,2 mil ME para depois de 2021 - UTAO

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 mai (Lusa) -- A extensão do prazo de pagamento dos empréstimos europeus a Portugal deverá permitir ao Estado pagar 19,2 mil milhões de euros só depois de 2021, segundo os cálculos da Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO).

Na nota mensal sobre a dívida pública hoje enviada aos deputados da Comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, os técnicos estimam que o alongamento em sete anos dos prazos de pagamento dos empréstimos europeus acordado no Eurogrupo e no ECOFIN permita que Portugal possa adiar o pagamento destes 19,2 mil milhões de euros que deviam ser pagos entre 2016 e 2021.

Só até 2016, Portugal terá de amortizar 47,6 mil milhões de euros em dívida pública de médio e longo prazo dizem também.