Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Expresso e Nicolau Santos absolvidos de "ataque" à Ongoing que pedia 70MEuro

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 nov (Lusa) -- A Sojornal, dona do Expresso, e o seu diretor-adjunto Nicolau Santos foram absolvidos do pedido de indemnização de 70 milhões de euros pela publicação de artigos que a Ongoing alegava serem responsáveis pelo insucesso na compra da TVI.

De acordo com o acórdão a que a Lusa teve acesso, o tribunal julgou a "ação improcedente por não provada" e, consequentemente, absolveu os réus Sojornal e Nicolau Santos de "todos os pedidos contra si formulados".

De acordo com a Ongoing, "o jornal Expresso -- umas vezes anonimamente, outras vezes com a assinatura do seu vice-diretor -- iniciou uma extensa e sistemática campanha de ataque ao crédito e bom nome de sociedades pertencentes ao grupo" de media e aos seus administradores, particularmente ao presidente, Nuno Vasconcellos.