Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Exportações de mobiliário batem recorde em 2012, mas o setor "ainda não escapou à crise" - APIMA

Lusa

  • 333

Porto, 14 jan (Lusa) -- O setor português de mobiliário arranca 2013 com três ações promocionais na Alemanha, Espanha e França, mantendo a aposta bem sucedida na internacionalização, mas alertando que as expectativas para este ano são de "sobrevivência".

"Trata-se de um setor que, até há pouco tempo, estava bastante dependente do mercado interno e, por força da conjuntura adversa, viu-se obrigado a orientar os seus recursos para a internacionalização", refere o diretor executivo da Associação Portuguesa das Indústrias de Mobiliário e Afins (APIMA) numa nota enviada à agência Lusa.

Contudo, frisa Hugo Vieira, a internacionalização é um "processo penoso e extremamente custoso", já que implica enfrentar "concorrentes de maior dimensão económica e outras vicissitudes (encargos elevados de logística e barreiras aduaneiras, por exemplo) como desafios".