Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Exportação de caju na Guiné-Bissau foi suspensa, alertam exportadores

Lusa

  • 333

Bissau, 28 jun (Lusa) - A exportação de caju na Guiné-Bissau está praticamente suspensa porque o Governo aumentou uma taxa que tinha descido no início do mês, disse hoje à Lusa o vice-presidente da associação de importadores e exportadores.

A 28 de maio o então ministro das Finanças do Governo de transição da Guiné-Bissau, Abubacar Demba Dahaba, anunciou, em conferência de imprensa, que a taxa de exportação de caju, que era de 50 francos por quilo (0,07 cêntimos), passava para 10 francos (0,015).

A medida agradou à Associação Nacional de Importadores e Exportadores (ANIE-GB), que duas semanas depois disse já haver em Bissau 80 mil toneladas de caju para exportação. O caju é o principal produto de exportação da Guiné-Bissau e o sustento de milhares de famílias.