Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Expo98/15 anos: Coordenador do plano de urbanização lamenta abandono de jardim e hotel

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 mai (Lusa) -- O arquiteto que coordenou o plano de urbanização da Expo'98 diz-se orgulhoso da obra, mas confessa ter hoje duas grandes tristezas: o abandono do projeto do Cabeço das Rolas e a transformação da Torre Vasco da Gama num hotel.

"Há uma coisa de que tenho muita pena de não ter sido feita, que foi o Cabeço das Rolas", disse Luís Vassalo Rosa, referindo-se ao jardim com uma vista privilegiada para o Tejo.

Numa entrevista à Agência Lusa por ocasião dos 15 anos da Expo'98, inaugurada a 22 de maio daquele ano em Lisboa e Loures, o arquiteto referiu que quis ter o traço dos colegas Siza Vieira e Gonçalo Ribeiro Telles naquela obra por "representarem o pensamento contemporâneo ligado à cidade" e, por isso, atribuiu-lhes diretamente dois trabalhos: o Pavilhão de Portugal e o Cabeço das Rolas, respetivamente.