Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Exército sul-coreano reforça vigilância perante ameaça de ataque da Coreia do Norte

Lusa

  • 333

Seul, 22 out (Lusa) -- O exército da Coreia do Sul declarou hoje estar em "alerta máximo", depois de Pyongyang ter ameaçado atacar uma zona perto da fronteira, a partir da qual ativistas sul-coreanos costumam lançar balões com mensagens políticas para a Coreia do Norte.

"As nossas unidades militares nos arredores de Imjingak [cidade fronteiriça no noroeste da Coreia do Sul] estão preparadas para responder de imediato a fogo de artilharia", indicou fonte militar à agência local Yonhap.

"Estamos a monitorizar de perto os movimentos dos militares da Coreia do Norte", garantiu o responsável, em declarações reproduzidas pela agência noticiosa espanhola Efe.