Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Executado homem em Oklahoma pela violação e morte de jovem sul-coreana

Lusa

  • 333

Washington, 11 set (Lusa) - Um norte-americano de 61 anos foi executado, esta terça-feira, no Estado de Oklahoma pela violação e morte de uma jovem sul-coreana em 1979, crime ao qual foi relacionado 18 anos depois com os avanços da tecnologia de ADN.

Anthony Banks foi declarado morto por injeção letal às 18:07 (00:07 em Lisboa) na localidade de McAlester, de acordo com uma porta-voz dos serviços prisionais de Oklahoma, Jerry Massie, citada pela agência AFP.

Banks foi condenado à morte, em 1999, pelo assassínio de uma sul-coreana, vinte anos depois da sua ocorrência, pois o crime não foi resolvido até 1997, quando os investigadores acusaram este homem com base em amostras de ADN retiradas das suas roupas e do seu corpo, recorrendo a novas técnicas que entretanto foram desenvolvidas.