Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Excluído problema nas baterias como causa do fogo no Dreamliner em Londres

Lusa

  • 333

Londres, 14 jul (Lusa) -- Os investigadores britânicos excluíram na noite de sábado a possibilidade de o incêndio ocorrido a bordo de um Boeing 787 Dreamliner, que estava estacionado no aeroporto de Heathrow, ter sido causado pelas novas baterias do aparelho.

Depois da primeira fase de investigação iniciada na sexta-feira, concluiu-se que "não há provas de uma ligação direta de causa-efeito" entre as baterias e o incêndio, indicou a equipa britânica.

O Boeing 787 da Ethiopian Airlines estava estacionado no aeroporto londrino há cerca de oito horas quando surgiu um incêndio na traseira do avião por cima da cabine, cujas causas ainda não foram determinadas.