Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Excesso de cidades novas vazias preocupa Governo chinês

Lusa

  • 333

Pequim, 10 ago (Lusa) - Muitas províncias chinesas têm construído bairros inteiros ou cidades que estão praticamente vazias, "por falta de planeamento" face ao 'boom' do mercado imobiliário chinês, advertiu hoje um responsável pelo urbanismo no Governo chinês, citado pela agência oficial de notícias Xinhua.

Segundo Runling Qiao, vice-diretor do Centro de Desenvolvimento Urbano da China, "quase cada localidade de tamanho médio ou grande tem planos para construir", na periferia, apostando numa urbanização rápida para estimular o crescimento económico.

Em muitos casos, as novas plantas das cidades são ainda maiores que as dos municípios que as promoveram e, por vezes, estão quase ou completamente vazias, disse Runling Qiao, cuja instituição que dirige depende do equivalente a um ministério de economia.