Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Excessiva centralização" de psiquiatras em Lisboa, Porto e Coimbra é um problema - sec. Estado

Lusa

  • 333

Porto, 10 out (Lusa) -- O secretário de Estado adjunto do ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa, afirmou hoje que "o primeiro problema" relacionado com a psiquiatria em Portugal é a "excessiva centralização" de psiquiatras em Lisboa, Porto e Coimbra.

Fernando Leal da Costa, que falava aos jornalistas no âmbito do Dia Mundial da Saúde Mental, hoje comemorado no Porto, defendeu a descentralização dos médicos psiquiatras.

"Reconheço que um dos centros que mais me preocupa é o serviço de psiquiatria do Hospital de Beja, que é excelente, [mas] onde temos tido dificuldade em colocar psiquiatras que queiram permanecer no serviço", disse.