Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ex-trabalhadores de fábrica de mobiliário de Paredes impediram retirada das máquinas

Lusa

  • 333

Paredes, 27 mar (Lusa) - Duas dezenas de ex-trabalhadores da fábrica Novelau, de Paredes, com vários salários em atraso, terminaram, na terça-feira, a concentração de vários dias para impedir a retirada de equipamento e mercadorias, disse hoje à Lusa uma trabalhadora.

Isabel Sousa, que foi secretária na firma durante 17 anos, contou que os antigos funcionários estiveram vários dias junto ao portão do armazém da empresa de mobiliário e que só desmobilizaram depois de o tribunal ter dado provimento a um pedido de providência cautelar apresentado pelos trabalhadores.

Os funcionários, explicou, pretendiam que fosse impedida a venda das máquinas, mercadorias e viaturas que a firma, atualmente em processo de insolvência, ainda manterá nas instalações.