Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ex-trabalhadores da STCP querem travar intenção do Governo de acabar com passes gratuitos

Lusa

  • 333

Porto, 15 out (Lusa) -- Ex-trabalhadores e reformados da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP) reúnem-se na quarta-feira para tentarem judicialmente travar a intenção do Governo em acabar com o passe gratuito, que lhes foi "atribuído em substituição de aumentos salariais".

Em declarações à Lusa, o ex-trabalhador da STCP Amadeu Nogueira, que em dezembro de 2011 abandonou a empresa no âmbito da sua reestruturação, afirmou que a ideia deste encontro é encontrar "meios jurídicos para travar este atentado à dignidade" de todos os trabalhadores e ex-trabalhadores da empresa.

Em causa estará o possível fim de os trabalhadores, "no ativo ou reformados", bem como os seus cônjuges e filhos menores ou inválidos, terem direito a "títulos de assinatura da rede geral da STCP com os mesmos direitos dos emitidos para o público", tal como está definido no Acordo de Empresa (AE).