Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ex-presidente egípcio Hosni Mubarak negou hoje todas as acusações em Tribunal

Lusa

  • 333

Cairo, 11 mai (Lusa) - O ex-presidente egípcio, Hosni Mubarak, negou hoje na primeira sessão do novo julgamento as acusações de corrupção e de cumplicidade na morte de manifestantes durante a revolta que o depôs em 2011.

O ex-ministro do Interior egípcio Habib al Adli e seis colaboradores deste também negaram as acusações de responsabilidade pela morte de manifestantes.

Os dois filhos de Mubarak, Alaa e Gamal, também negaram as acusações de venda de gás a Israel a um valor inferior ao de preço de mercado.