Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ex-presidente e vereadores da Câmara de Porto Santo começam a ser julgados pela morte de duas pessoas

Lusa

  • 333

Porto Santo, 06 dez (Lusa) -- O Tribunal do Porto Santo começa na sexta-feira a julgar o ex-presidente e dois vereadores da câmara local pela morte de duas pessoas na sequência da queda de uma palmeira em agosto de 2010.

Ao antigo presidente da autarquia Roberto Silva, atual deputado na Assembleia Legislativa da Madeira, e aos vereadores Gina Brito Mendes e José António Vasconcelos estão imputados dois crimes de homicídio por negligência e um crime de ofensa à integridade física por negligência.

Em causa está a morte de duas pessoas e ferimentos numa terceira devido à queda de uma palmeira a 22 de agosto de 2010 no comício de "rentrée" do PSD-Madeira, que decorria no Largo do Pelourinho -- também conhecido por Largo das Palmeiras -, no Porto Santo.