Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ex-PM Timochenko vai recorrer ao Supremo Tribunal da Ucrânia - advogado

Lusa

  • 333

Kiev, Ucrânia, 31 jul (Lusa) -- A ex-primeira ministra ucraniana, Iulia Timochenko, vai contestar junto do Supremo Tribunal da Ucrânia a sua condenação a sete anos de prisão por alegado abuso de poder, anunciou hoje um dos seus advogados.

Na prisão desde agosto de 2011, Iulia Timochenko foi condenada dois meses mais tarde a sete anos de prisão por abuso de poder devido a assinatura, enquanto chefe do governo, de um contrato de gás com a Rússia, alegadamente considerado desvantajoso para a Ucrânia.

A defesa da ex-primeira ministra ucraniana explicou que o recurso vai ser entregue no Supremo Tribunal da Ucrânia depois de o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos em Estrasburgo ter chegado à conclusão de que a prisão preventiva aplicada a Timochenko em 2011 foi "ilegal e arbitrária".