Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ex-ministro da Defesa de Chipre condenado a 5 anos de prisão por explosão de contentores de armamento

Lusa

  • 333

Larnaca, 02 ago (Lusa) -- O ex-ministro da Defesa de Chipre, Costas Papacostas, foi hoje condenado a cinco anos de prisão por responsabilidade na explosão de um depósito de munições numa base naval que provocou a morte de 13 pessoas em julho de 2011.

O ex-ministro não esteve presente no tribunal penal de Larnaca (sul) por ter sido internado num hospital logo após ter sido considerado culpado de "homicídio" numa primeira deliberação, pronunciada em 9 de julho.

O comandante dos bombeiros, Andreas Nicolaou, e o seu adjunto Pambos Charalambous, e ainda o comandante da unidade de reação em caso de desastre, Andreas Loizides, foram também condenados por "negligências que causaram morte" -- uma acusação também dirigida a Papacostas -- e por "comportamento perigoso ou imprudente que causaram morte".